terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Objetivos de Ano Novo:
- Ser mais paciente: Eu sou pavio curto. De TPM então, o cão. E eu preciso aprender a não misturar as coisas, tipo trabalho com vida pessoal, por mais clichê que pareça. Eu acabo descontando nas pessoas que não precisam.
- Sair do meu trabalho e procurar outro, não o contrario: Já tentei levar currículos em vários lugars, mas não dá pra ficar correndo atras e insistindo, ou correndo o risco de alguem ligar e pedir referência enquanto eu ainda to ali. Então prefiro correr o outro risco, o do desemprego temporário.
- Estudar: Se eu não conseguir entrar mesmo na Etec, vou procurar algum curso (gratis, of course, estarei desempregada, lembram?)
- Parar de fumar definitivamente: Esse vai ser dificil, mas eu preciso mesmo.
- Fazer mais exercícios: Eu adoro fazer exercicios, mas a preguiça anda sendo maior que a vontade de fazê-los.
- Reclamar menos e agir mais: É facil só reclamar, mas agir pra mudar as coisas é a minha maior fraqueza, então né.
- Deixar de ser TÃO boazinha: Parece contradição ao primeiro item, mas o fato de eu ser boazinha demais faz com que as pessoas se aproveitem disso, principalmente no trabalho.
- Cuidar mais de mim: Em questão de saúde, preciso fazer um check up em tudo. Há 10 anos eu soube que tinha sopros no coração, e desde então nunca mais voltei a um cardiologista. Em questão de aparência, também conta um pouco.

Nunca tinha feito uma lista. Nem posso prometer que ela será toda cumprida. Mas vou tentar. E o que eu conseguir, vou riscar aqui.
E vocês? Façam suas listas!

Respondendo:
Lidiane: Eu vou conseguir, não sei se tudo, mas pelo menos uma boa parte!

Nina: Eu nunca tinha feito, então dessa vez eu tentei listar o que eu quero conseguir pra 2011, e espero cumprir!! No meu caso eu sempre me fodo um pouquinho por ano, mas é só pra não passar em branco hahaha Saudade de vc aqui também!! Beijo!

Sobre 2010

Meu ano não teve muita coisa de relevante, alias, ficou meio interessante mesmo depois da metade.
Antes disso a única coisa que aconteceu é que meu trabalho passou a ser mais insuportável que o normal, aumentando a minha vontade de picar a mula. E em abril, meu joelho resolveu que queria chamar atenção, e assim o fez.
Pulando meio ano, depois de feitos váarios exames, foi decidido que eu precisava operar. E eu operei.
Depois disso Melengue pediu um tempo. E o chão se desfez sob meus pés. Duas semanas depois, me deixou. E eu experimentei a maior dor da minha vida. Uma semana depois, voltamos. E eu fiquei feliz. E sabe também o que me deixou feliz? Foi nesse ano que eu descobri que amizade pela internet da certo sim. E eu descobri, nesse momento triste, que eu tenho amigas e amigos que eu nunca tive na vida real.
E eu consegui mudar muita coisa em mim que me destruía.
Meu aniversario foi o melhor de todos. Porque foi do jeito que eu sempre quis, com todo mundo junto, minhas duas familias, bagunça, bebedeira.
Prestei concurso na Etec. Não passei.

O que posso dizer? Que 2010 foi um ano bom. Houve coisas ruins, mas tirei muita coisa boa também. Não posso dizer que foi melhor ou pior que 2009, porque pelo menos pra mim, não tive muito que reclamar dele. Claro, tirando o trabalho, mas ele SEMPRE renderá uma reclamação ou outra.

No próximo post vou colocar aqui o que eu quero pra 2011, e o que eu vou tentar cumprir.

Respondendo:
Merlaine: Com certeza, e essas voltas são mais que gratificantes!!! Beijo!

Nina: Coooom certeza você faz parte das melhores amizades que eu fiz em 2010!! Beijo Nininha!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Coloque em negrito o que for verdade:

É noite agora.
Tem alguma coisa que você deveria estar fazendo agora.
Você comeu carne hoje.
Há uma televisão proxima a você.
Você se dá bem com seus vizinhos.
Você está com fome agora.
Você trabalhou hoje.
Você tem um emprego.
Seus pais ainda estão juntos.
Você acordou antes das 11:00 hoje.
Gatos são melhores que cachorros.
Crepúsculo é uma saga horrível.
Harry Potter é uma saga horrível.
Seu celular está perto de você.
Sua cor preferida é azul ou roxo.
Seu cabelo é curto.
Você está sozinho agora.
A última coisa que você bebeu foi água.
Seu cabelo é da cor natural.
Você não bebe refrigerante.
Você tem pelo menos 50 reais na sua carteira.
Você leu pelo menos 5 livros esse ano.
Você conhece alguém que está no hospital agora.
Você tomou banho hoje.
Você conhece alguém que venceu o câncer.
Você prefere usar tênis.
Chocolate é melhor que baunilha.
Você é alérgico a amendoim.
Você nunca foi a Londres.
Você quer ir a Europa.
Você está usando um notebook agora.
Cirurgia plástica é uma boa idéia.
Seus amigos usam drogas.
Você está usando algum esmalte agora.
Você já fez uma dieta.
Você está usando meias agora.
Você cortou seu cabelo no último mês.
Seu aniversário é nos próximos 3 meses.
Filmes de comédia são melhores que de ação.
Você é horrível em matemática.
Você é fluente em mais de uma língua.
Você adora salada.
Você tem 3 ou mais travesseiros na sua cama.
Você vive com seus pais.
Você está feliz agora.
Você já se formou no colégio.
Você tem um animal de estimação.
Você tem olhos claros.
Seu nome tem mais de 5 letras.
Você está em um relacionamento.
Você consegue contar até 50 em outra língua.
Você já dirigiu um carro.
Você vive fora do Brasil.
Você tem mais de 18 anos.
Você tem algum parente no exército.
Você é filho único.
Você é vegetariano.
Você já foi nos Estados Unidos.
Você tem uma tatuagem.
Você tem um piercing.
Você usa aparelho.
Você usa óculos ou lentes.
Você tem cabelo cacheado.
Você saiu para comer na última semana.
Você esteve bêbado alguma vez no último mês.
Você é bissexual ou homossexual.
Você foi ao cinema no último mês.
Você se interessa em política.
Você é BV.
Você beijou 2 ou mais pessoas esse ano.
Você beijou alguém no último mês.
Você foi abraçado hoje.
Você já pagou mais de 250 reais em alguma roupa.
Você gosta de Lady Gaga.
Você ama rock.
Você ama música eletrônica.
Você ama rap ou hip hop.
Você ama MPB.
Você ama música antiga.
Você já tirou fotos de si mesmo só porque estava entediado.
Você conhecia alguém com menos de 10 anos que faleceu.
Você já esteve em um acidente de carro.
Você já fumou cigarro.
Você já experimentou algum tipo de droga.
Você acredita em horas iguais.
Você já ficou com alguém 5 anos mais novo que você.
Você já ficou com alguém 10 anos mais velho que você.
Você já terminou com alguém para ficar com outra pessoa.
Alguém já terminou com outra pessoa para ficar com você.
Você já teve o coração partido.
Você já partiu o coração de alguém.
Você é cristão.
Você é espírita.
Você já passou 48 horas acordado.
Você está sentindo saudades de alguém agora.
Você ficou triste recentemente.
Você já traiu alguém.
Você já foi traído.
Você tem um coração partido nesse momento.

Copiei daqui.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Por motivos de força maior (leia-se "Na senzala all time") tá dificil arrumar uma brecha pra escrever um post decente.
Então só to passando aqui pra dar um ar da graça.
E olha, só não prometo milhões de novidades porque quando eu finalmente arrumar um tempo, provavelmente terei esquecido tudo.

Grata pela compreensão.

domingo, 21 de novembro de 2010

E ontem fomos conhecer a casa nova de Melengue.

Uma breve restrospectiva: Ele começou um novo emprego há uns 3 meses e meio. Porem, 3 semanas foram de cursos em uma cidade longe, e 2 meses e 2 semanas foram de mais cursos numa cidade mais perto, e nos víamos todos os finais de semana, exceto quando houve "O" rompimento de 3 semanas (notem que minha memória é ótima pra isso, mas pra aprender matemática é uó).

Pois bem. Quando terminassem os cursos e ele começasse realmente a trabalhar, ele teria que se mudar pra outra cidade. E esse curso terminou na quinta feira. Achamos que ele ficaria o fim de semana e começaria só amanhã. Mas ele teve que começar hoje.
Então, ele teve que correr atras de móveis usados na sexta, apenas um guarda roupa e uma rack, e levou a cama que ele tinha, não muita coisa, ja que ele vai morar num quartinho. E ontem fomos. Ele levou o video game, claro, não podia faltar, as duas mães (a minha e a dele), cada uma deu um pouco de comida, mantimentos, e ele levou o microondas da mãe dele, e ja tinha uma geladeira véia la. A senhora que aluga o quartinho mora no fundo, e é muito simpatica. E como a cidade é pequena, tudo é pertinho. Até o barzinho se ele quiser é ali na esquina.
Conversamos bastante com a mulher, e ela falou que ele será tratado como um filho, ja até tinha convidado ele pra um churrasco ontem, mas ele ainda ia voltar pra pegar as roupas, sair comigo e só voltaria bem a noitinha. Então ela olhou pra mim e disse: "Fia, pode deixar que se ele sair da linha eu te conto!!!" hahahaha preciso dizer que amei essa mulher??
Voltamos pra cá, e conversando com a mãe dele, ele zuando ela, e eu falei "Ah vá, que quando você tiver lá sozinho você vai chorar de saudade de nós duas!". Foi quando ele disse "É, acho que eu vou mesmo". E deu um aperto. Porque eu sei que vai ser quase a mesma rotina de quando ele tava nos cursos, mas só pra gente. Agora ele tá sozinho, e antes pelo menos ele tinha os colegas de curso pra se distrair, saia com eles e tava numa cidade onde cabem umas 10 da que ele ta agora. E vão ter finais de semana que ele não vai poder vir. E, of course, eu vou pra lá, que seja de ônibus ou de carro, mesmo que eu me perca no caminho haha.
E sabe, por incrivel que pareça, não doeu tanto como doeu a primeira semana que ele foi pro curso. Porque naquela época eu tava acostumada a ver ele a semana toda, e de repente, ia ser uma vez por semana. Agora eu ja me habituei a isso, e de quebra, quando der, vou pode ir pra lá e dormir juntinho com ele.
E espero, num futuro não muito distante, que eu vá pra la de malas prontas pra nossa casa (que a gente ja até esquematizou como vai ser).

No mais, hoje eu vou ter uma prova, mas eu nem to ligando, seja o que Deus quiser haha.
E por enquanto é só gentz.

Respondendo:
Li: Obrigada! =)

Fabi: Obrigada! =)

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Fato quentinho:
- Oi, eu vim pôr crédito.
- Qual é o número?
- É blá blá blá. Tem nota fiscal paulista?
- Não, pra recarga não tem jeito.
- É que eu queria pôr o CPF da minha mãe.
- Não tem como fazer Nf paulista.
- (procurando o CPF na bolsa) Eu não tô achando...
- Moça, não adianta, não vai ter nota fiscal, é só o comprovante da recarga.
- Mas ali onde eu faço eles dão e....
- Mas AQUI não.

Gente, será que o povo não entende o que eu falo??

Respondendo:
Fer: Olha, logo logo eu vou precisar, porque ou o povo não entende mesmo, ou tão tirando uma com a minha cara.

Thá: Eles nunca acreditam no que a gente falar, mas é bem capaz de NISSO eles acreditarem haha

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Bom, vamos aos fatos trabalhisticos de ultimamente.
Deu dia 1° e eu fui lá toda pimpona imprimir minha tabela de comissão miserável.
E então meu patrão pega a folha impressa, pega o telefone e toca no meu ramal.
- Qual foi a meta que eu te dei?
- Ah, peraí - pego o papel, porque eu nem lembro qual foi a meta - Foi bla bla bla.
- Ah, tá. *desliga*

Pausa. Ele deu a meta astronômica pra gente. A gente ignora, claro. E não, não é porque a gente não quer fazer. É que, veja bem:
Vamos supor que venham 10 clientes para fazer um pós-pago.
- 4 reclamam que os preços são altos, que na claro tem mais gigas pelo mesmo preço, que na tim é asszzzzzZZZZZZ e vão embora.
- 3 estão com o nome no Serasa.
- 3 compram. Desses 3, 1 vai ficar desconfiado quanto à funcionalidade, o que, de acordo com as leis de Murphy, vai fazer com que o modem/aparelho dê defeito e ele queira cancelar.
Ou seja, apenas 2 clientes. E isso não é em um dia só.
Então, tipo, não dá pra fazer milagre.

Aí ele pergunta pra outra moça se ela bateu a meta dela. E ele fica puto quando ela responde um "Pffff" e diz:
- Então mês que vem eu não vou pagar o 13° porque eu to usando o dinheiro pra pagar as contas.
HA HA HA.
Depois ele da um fumo na menina da outra loja porque ela também não bateu a meta.
Mas o maior problema é que antes, ele não ligava, mas bastou ele comprar a merda de uma loja em cidade grande que começou a putaria. Ele quer comparar cidade grande com roça. Porra.

Eis que ele vem com essa:
- A meta do mês que vem vai dobrar.
- ...
- E a do outro mês vai dobrar de novo.
- ...
- Se ninguem bater vai virar Big Brother, vai ter uma eliminação por semana.
Eu fiquei triste, juro. Porque eu sei que ele não vai cumprir isso. E cara, como eu quero ser mandada embora. Porque eu não quero pedir a conta, mas eu to chegando num ponto tão insuportável que vou acabar fazendo isso. Então, vou ficar felicissima se ele uma vez na vida cumprir o que promete.
Eu sei, tanta gente querendo um emprego e eu querendo sair, tem empregos piores, tá, TÁ. Acontece que eu não recebo pra passar o que eu passo, isso é teste de nervos. E eu não to afim de ficar louca.

Respondendo:
Li: Ai, acho que eu sou a única pessoa que anseia por uma demissão viu.

Nina: É verdade! Se fosse contar tudo que eu faço lá, inclusive o trabalho dos outros às vezes, eu devia ganhar mais. Mas não, ganho menos e ainda não tenho valor.

Fer: Eu ja dei muitos adjetivos nada amigáveis a ele hahaha
Ah, mas ele é bonzinho, na concepção da patroinha. Isso é o pior. Claro, ela é FILHA dele né.

Thá: Não, mas ele vai sim, claro, ele TEM que pagar senão o bicho pega.

Alguém tem dúvida de que eu sou desmemoriada?

Quem quiser fazer, tá aqui.

Respondendo:
Fabi: Esse teste é bom, eu tenho que confessar haha

Fer: O meu não poderia me descrever em outro personagem ^^

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Olha, eu não sei quem é mais cara de pau.
Se são as promotoras de magazines, ou o povo que compra.
Porque véi. VÉI.
Tem uma lazarenta que vem aqui há uns 3 dias e fica em torno de 1 HORA perturbando a moça que trabalha comigo. Fica pedindo pra ensinar TUDO que ela não sabe.
E a vaca da promotora só faz o que? Vende. E quem tem que fazer o resto? "Ah, leva ali na mocinha da vivo que ela vê!"

Vê o caralho, viu.

Respondendo:
Thá: Pra TODO MUNDO, nós somos as "mocinhas da vivo". O pior é que o povo ainda assim acredita em todo mundo, menos na gente.

Gi: Vixe, concordo com você haha mas veja pelo lado bom, o povo gostou de você, a maioria do povo que vai na loja odeia a gente =(

Flor: E é sim, você vai ver, é bom demaisss!!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Bom, vamos escrever um pouquinho por aqui.
Meu aniversário esse ano foi o melhor. Eu queria chamar todo mundo da minha familia e da familia de Melengue, entãio resolvemos alugar uma edícula pra isso. E imagina alguem que NUNCA teve um aniversário assim. Eu parecia uma criança que ganhou o melhor presente do mundo.

E eu fiquei tão feliz, que enchi a cara. Minha tia me trouxe um litro de Amarula feito em casa, mas que fica i-gual-zi-nho ao original. E eu, claro, tomei conta do litro e bebi quase todo, e depois dá-lhe cerveja.
Claro que chegou uma hora que a coisa não desceu tão bem. Ainda mais que eu ja tava meio grogue, sentada num balcãozinho onde o sol batia em cheio, e tomando cerveja. Ela tava trincando, mas eu mal coloquei no copo, ela ferveu com o sol, e eu só fui me dar conta quando bebi aquele trem quente. Então decidi que era hora de dar um cochilo. Mentira, eu só fui deitar porque Melengie viu o meu estado e praticamente me arrastou pra cama.  Acordei mais tarde ouvindo a voz da tia dele, e achei que tava todo mundo lá ainda, mas não, era só a tia dele que tava lá, além dos meus pais e dele, claro. Terminamos de arrumar as coisas e viemos embora.

Na segunda eu não conseguia levantar da cama, de tão inchado que meu joelho tava, e o corpo parecendo atropelado por um caminhão. E não, não era ressaca! Nem dor de cabeça eu tive, mas em compensação o resto do corpo tava um lixo. Claro, porque a festa não foi só alcool, foi também de uma correria danada pra servir todo mundo. A aniversariante também camela haha E não fui trabalhar.


**

Cheguei hoje na loja achando que meu patrão estaria com cara de merda, mas por incrivel que pareça não. A moça que trabalha comigo disse que ele não gostou muito de eu ter faltado, mas né, nego falta por muito menos e eu só quando to morrendo, e olhe lá.

O melhor é que eu faço falta, ninguem admite e nem dá valor. E ainda vem com indireta de meta e tal, que se não bater a meta por 3 meses seguidos, roda. Eu quase perguntei "Promete?", mas aí seria provocar demais, ainda mais que eu tinha que sair 10 minutos mais cedo pra ir ao Doentes Anônimos Grupo de Dor Crônica.

***

O Grupo de Dor Crônica é um programa do plano de saúde que nem eu entendi ainda. Mas soa muito Alcoólicos Anônimos. Tipo, todo mundo numa roda, aí o primeiro diz "Hoje o meu joelho não doeu, não tomei nenhum antiinflamatório e eu me senti muito bem!". Fora a hidroginastica, mas essa eu ja conheço e até gostei da ideia, apesar de ser bem 3ª idade.

Então saí eu, toda pimpona pro primeiro dia do grupo. Chego lá, a moça mede a minha pressão e o peso (isso é feito em TODAS as sessões) constatei que eu engordei (snif!), até que ela me pergunta pra que eu estou lá. Ao ouvir a minha resposta, ela diz:
- Ah, então, o grupo foi passado pra sexta, e acho que alguem esqueceu de te avisar.
- M-mas sexta que horario???
- Das 17h às 18h.
- Mas moça, eu trabalho, e esse seria o horario melhor.
- Só tem horario mais cedo, à noite não tem mais.
- *respira fundo, muito fundo* Eu vou precisar ver com o meu patrão, eu não sei se posso sair mais cedo assim.
- Mas é o único horario.
- Ok, OK.

Então amanha eu vou ter que falar com ele. E esperar um olhar fuzilador, porque ele já acha que eu to folgando ou dando algum migué. Isso porque antes disso tudo começar, ele mesmo disse que se eu quisesse poderia até me afastar do serviço pra tratar tudo isso. Mas não, eu to indo trabalhar, mesmo com o joelho todo fudido às vezes, e só saio pra médicos dentro do horario de serviço se não houver outra alternativa. E o lazarento ainda acha ruim.

E a hidro foi uma delicia. Claro, na minha faixa de idade, só tinha eu e mais duas. Mas cara, sabe quando você sente suar DENTRO DA ÁGUA? Eu senti. Mas é bom heim, queima tudo, e pena que é só uma vez por semana. Mal posso esperar por terça que vem!

Respondendo:
Li: Nossa, e foi bom heim! Bom, e quanto à minha saúde, ja dei um jeito hehe

Fabi: Ahh foi uma delicia!! E o chefe aceitou sim, não gostou muito, mas ele não tem muita alternativa nesse caso haha

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Gosto de ter você comigo.
De ouvir sua voz o telefone, me dizendo coisas picantes.
De ouvir você dizer que quando chegar, vai me pegar de jeito.
Amo seu jeito de me surpreender.
De não ser tão romântico quanto eu gostaria, mas ser romântico à sua maneira.
De não dizer frases ensaiadas, mas saber escolher músicas que dizem tanto sobre nós dois.
Amo a sua risada debochada.
Amo seu abraço apertado, que me envolve inteira e eu sumo no meio de você.
Até o que me aborrece eu acabo entendendo.
Meu amor não tem explicação.
Seu amor me fez mudar. Seu amor me fez ter paciência.
Me fez ver que mesmo quando você demora a chegar, quando chegar vai me dar um beijo delicioso de compensação.
E me faz pensar se vale a pena estragar isso.
Você me faz feliz. Você faz tudo pra me ver feliz.
Você não tem um rótulo. Você é sincero. Mesmo se sua sinceridade me magoar.
E é assim que eu quero. É assim que eu prefiro.
Tudo que aconteceu serviu pra me ajudar a viver sem você.
Mas não pra esquecê-lo. E sim pra não sufocá-lo.
Bom, eu sei que você não vai ler isso.
Mas eu escrevo mesmo assim. Uma hora eu te mostro.
Porque falar, ah! Falar é complicado. As palavras se perdem.
Eu gaguejo e esqueço tudo.
Sou um jacu, lembra? Haha
Mas só uma coisa que eu nunca vou gaguejar em dizer.
EU AMO VOCÊ.

Respondendo:
Li: E eu tô muitissimo feliz!!!

Thá: Ah! Aquele sentimento que faz com que suspiremos pelos cantos!

Nina: Hahaha foi mal amiga! A tpm também me deixa assim..

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Gente.
Eu to numa falta do que postar aqui que tá dificil.
Até o meu trabalho não tá mais rendendo posts. Mas não que não tenha mais gente perturbando. Não tem nem gente entrando na loja quase. E minha comissão ó.
A única coisa irrelevante é que amanhã é meu aniversário. To mais perto dos 30 do que dos 20 agora. Fudeu.
E o blog, tadinho, tá jogado às traças. Acho que vou programar uns posts aleatórios com alguma coisa que eu achar nos blogs que eu visito por aí. Com os devidos créditos, claro. E vou responder comentários também, mas postar, tá osso.
Portanto, queridos, se aparecer alguma coisa nada a ver por entre os posts aí, é fruto da minha total falta de assunto.

Respondendo:
Fabi: Ah sim, só de eu não estar sofrendo já tá óootimo!! E obrigada! =*

Fer: Obrigadaaaa ^^ =*

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Gentz.
Como eu sou uma pessoa que preza muito a opinião dos amigos, eu pergunto:
Qual background ficaria melhor aqui, esse novo ou o antigo, de retalhos. Eu acho esse uma graça, mas amava o de retalhos.
Sei que podem dizer "E porque não volta aos retalhos, PORRA?"

Já falei que eu tenho fogo no rabo nunca to contente com a cara do blog?

Update:
Atendedo a pedidos, voltei aos retalhos (de novo).

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Achei esse texto aqui num blog e olha, adorei mesmo!
Me identifiquei muito com o jeito que eu agia e com o jeito que passei a agir.

***

As meninas pensam que sua felicidade depende de ter um homem a seu lado.
As mulheres sabem que sua felicidade não pode depender de uma só pessoa.

As meninas querem controlar o homem em suas vidas.
As mulheres sabem que se o homem é realmente seu, não há necessidade de controlá-lo.

As meninas pensam que um homem deve de ser muito valente.
As mulheres sabem que os homens que presumem sê-lo, resultam ser muito covardes.

As meninas roubam o homem de outras sem importar o sofrimento alheio.
As mulheres sabem que há suficientes homens livres para todas.

As meninas esperam que os homens voltem.
As mulheres não recolhem o que outras já pisaram.

As meninas pensam que os homens vão mudar.
As mulheres já se deram conta de que jamais será assim.

As meninas têm medo de ficar sozinhas.
As mulheres utilizam-no como tempo para seu crescimento pessoal.

As meninas ignoram os bons homens.
As mulheres ignoram os maus.

As meninas fazem com que ele volte para casa.
As mulheres fazem com que ele queira voltar para casa.

As meninas deixam sua agenda aberta e esperam que seu homem fale para fazer planos.
As mulheres fazem seus planos e carinhosamente notificam aos homens para que eles se integrem como melhor lhes convenha.

As meninas monopolizam o tempo de seu homem.
As mulheres dão-se conta de que um pouco de espaço, faz do tempo juntos algo mas especial.

As meninas acham que um homem que chora é débil.
As mulheres oferecem seu ombro e um lenço.

As meninas lastimadas por um homem, fazem que todos os homens paguem por isso.
As mulheres sabem que foi só um homem.

As meninas apaixonam-se e perseguem sem descanso.
As mulheres sabem que algumas vezes o que tu amas, não te amará e continuam seu caminho sem rancor.

As meninas lerão isto e farão uma careta.
As mulheres rirão em meio a sua serenidade.

Em fim, você mesma é quem sabe o que tu és… menina ou mulher.

E vocês Homens estão com uma menina ou com uma mulher?


Respondendo:
Nina: Oooowwn eu também adoro você! E com certeza eu sei que você torce por mim! E olha, eu to me dando bem passando a agir como mulher. Tá fazendo um bem danado, e gerando resultados...hehe

Fabi: Obrigada amiga por torcer também! Vocês são as melhores amigas que alguem poderia ter! Às vezes a gente acaba tendo um pouco de menina, e na medida certa até é um charminho...

sábado, 2 de outubro de 2010

Respeitável publico do meu humilde cafofo.
Tenho uma noticia muito importante pra vocês:


VOLTAMOS!

E ele me disse coisas lindas, coisas que me emocionaram muito. Disse que sentiu a minha falta, que tinha que ser eu e não outra pessoa, que ele queria mesmo voltar, e dessa vez estava certo disso.
E eu amei ouvir tudo, saboreei cada palavra, e me entreguei de novo ao meu amor!!
Obrigada a todos que torceram, acreditaram e me disseram tantas coisas bacanas durante meus dias tristes.

 Eu que fiz e mandei pra ele =)

Respondendo (voltamos à nossa programação normal):
Sú: Ai amiga, que bom, eu to tão feliz que não to me cabendo!! E obrigada pela força!

Li: Com certeza amadureceu os dois!! Obrigada!

Paula: Eu também adoro blogs pessoais, a gente se sente mais proxima da pessoa, e eu me envolvo muito também! E com certeza iremos melhorar cada vez mais!!! Volte mais vezes!

Fer: Aeeeee brigada amigaaaa \o/

Má: Obrigada amiga! ^^

Thá: Obrigada linda, eu sei que vocês ficam felizes por mim! Ah!! E já atualizei!

sábado, 25 de setembro de 2010

Gente, por um tempo não vou responder aos comentários.
Não dá, não sei mais o que dizer.
Me faltam as palavras.
Talvez até o blog sofra um pouco, não sei.
To mal.
Por hora, meus mais sinceros agradecimentos aos meus pais, que nunca me desamparam, meu irmão, aos meus amigos,  NinaFerFabianeThá, Jules, RedTinaDissa e , amigos que a internet me trouxe eu levo pra toda a vida, Li, minha cunhada, Rafa, minha prima-irmã, que tão nova ja dá conselhos valiosos, Gabi, a prima fofa dele que me deu tanta força, e toda a familia dele, que sempre me tratou tão bem.
Sabe, me lembro de todas as coisas que tivemos juntos.
Momentos bons e ruins.
E não consigo, de verdade, não dá pra esquecer.
Você foi a pessoa que eu procurei a minha vida toda.
E quando eu digo que não quero mais ninguem, falo sério.
Eu fiz tudo errado, eu estraguei tudo.
Eu afastei de mim quem eu mais amei na vida.
O único amor de verdade que eu tive.
Eu provoquei.
E sabe o que é pior? Eu ainda espero você voltar.
Deus sabe o quanto eu espero.
E não sei por quanto tempo mais esperarei, até ver você com um novo amor.
E como eu vou sofrer quando isso acontecer.
Não tava preparada pra te perder. Nunca vou estar pra aceitar isso.
Deixa, é um defeito meu.
Não sei como vão ser meus dias daqui pra frente.
Não sei como vai ser acordar e saber que você não vai me ligar mais.
Ou mandar uma mensagem de bom dia.
Ah! Como dói isso.
Eu quis mais uma chance, pra provar que poderia mudar.
Mas não deu.
E eu sigo levando essa culpa enorme no meu coração.
Eu morri por dentro. Meu corpo se despedaçou em mil pedaços.
Eu ainda amo você.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Sabe, por um lapso de esperança, achei que num momento você fosse dizer que era tudo brincadeira.
Achei mesmo. Achei que você diria que só queria me dar um susto, e riria.
Mas não. Dessa vez não era.
Foi o fim.
O nosso fim.
Mas o meu amor, sempre será amor.
Lágrimas infinitas.
Não sei mais o que fazer, estou perdida.
Meu coração agora depedaçou de vez. E tá doendo demais.
Perdi muitas coisas, pessoas.
Mas você foi a minha pior perda. A mais irreparável.
Minha vida virou de ponta cabeça. Em tudo que eu olho, está você.
Peço a Deus que não me deixe enlouquecer.
Só me resta agora chorar. E juntar os cacos que sobraram do coração.

Eu sempre vou amar você.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Vamos ao dia de hoje.
Aniversário do meu irmão. Já dei um abraço, desejei tudo de bom a ele.

Meu dia na loja ja começou bem.
Foi um senhor colocar crédito na loja.
Como era o primeiro cliente, e o dia ontem fechou sem dinheiro trocado, eu tinha o valor exato pro troco, ou seja, ia ficar sem nada. Discretamente eu olhei e vi que ele tinha o valor da recarga trocado, quando ele tirou uma nota de R$ 50 do montinho.
- O senhor não tem trocado? Eu to sem troco.
- (folheando as notas CERTINHAS) Não tenho.
- Tabom - e dei o troco pra ele, ou seja, fiquei sem nada.
- Aí ó, você tem troco e fica chorando.

...

Aí liga uma mulher e pergunta se chegou uma bateria. Como tá fraco de fornecedor, eu falei que não.
- Eu vou no Procon.
- M-mas por quê??
- Porque faz 2 meses que eu encomendei e não vem.
- Mas senhor, o fornecedor não tem, e a gente tá procurando, mas não tá achando!
- Mas eu VOU NO PROCON.
- A senhora comprou alguma bateria que deu defeito e está esperando troca?
- Não.
- A senhora comprou o aparelho aqui?
- Não.
- Então a senhora não pode ir no Procon.
- MAS EU ENCOMENDEI HÁ 2 MESES!!!!
- Mas o fornecedor não tem.
- Mas na loja me disseram que vocês tem tudo, e o fornecedor de você é da vivo, e...
- O nosso fornecedor NÃO É DA VIVO. Ele também tem fornecedores, mas não está achando, então se a senhora não está esperando a bateria para troca, A SENHORA NÃO TEM QUE IR NO PROCON.
- Ah, mas faz tempo que eu pedi (papagaio é pouco) então eu vou.
- Então a senhor faz o que achar melhor. Tenha um bom dia.

Ta vendo o que eu (não) aguento?

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

To numa sinuca.
Eu quero mudar de emprego.
Mas não posso. Não por enquanto.
Por que eu preciso operar de novo. Mas o problema é que eu não sei quando isso vai acontecer.
E é complicado se eu entrar num emprego novo e ja ter que afastar pra operar.
Mas por outro lado, tá cada vez mais dificil.
Patroinha esta vindo quase todo dia com a missão de NOS VIGIAR.
Tipo, se fazendo de amiga e tal. E contando tudo que vê pra o pai, tomando a liberdade de aumentar os fatos.
Ta foda.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O cara veio comprar um chip.
Aí ele quis colocar um crédito de R$ 50. Aí eu disse que só tinha disponível R$ 35 e R$ 60.
- Pode fazer no cartão?
- Pode.
Cadastrei o cpf, cadastrei a promoção.
- Bom, vai colocar R$ 35 mesmo né?
- Ah, põe R$ 50.
- NÃO TEM DE R$ 50.
- Ahn..
Já ia fazer o Chaves e gritar NÃO TEM BISCOITO!

...

Veio outro pra ver o celular.
O técnico disse que tava com problema no touch screen.
- Onde? Tocs fritz? Que isso?

...

Olha, to quase desistindo disso aqui. To achando que tá melhor eu pedir as contas e ficar em casa do que ficar aqui e aguentar tudo isso.
Eu não recebo pra isso não.

Respondendo:
Gab: É que às vezes eu só conto a parte engraçada, mas se você ler os post do fim do ano passado, vai ver um pouco do que eu passo. E sem reconhecimento nenhum.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Escrevo mensagens no celular. E não envio.
Beijo a sua foto no computador antes de dormir.
Rezo, e choro.
É tão vazio sem você. É estranho não receber mensagens suas pedindo pra eu te ligar.
É ruim não poder ligar só pra dizer que estou com saudades.
Tão duro não poder ouvir isso de você também. Ouvir a sua voz.
Quanta saudades eu tenho de ouvir a sua voz.
É tão dificil não poder ir te buscar quando chega, só pra ver você vindo me abraçar.
E me dar o melhor abraço, e o melhor beijo.
Sinto falta de você deitado junto comigo vendo um filme.
Ou só deitado, conversando, ou dormindo, que seja.
Sinto falta de você rindo de mim quando eu reclamo do trabalho.
Sinto falta até de você aqui sentado no meu pc procurando vídeos de carros no Youtube.
Apesar de eu sempre reclamar disso.
Sinto falta de você rindo das minhas palhaçadas. Sem você aqui eu perdi a graça.
Sinto falta de olhar nos seus olhos, e não dizer uma palavra.
E ouvir você dizer "Eu te amo".
E o medo que me assombra é "Será que ele vai voltar pra mim?"
Deus, como isso me machuca.
Como é dolorido não ouvir você me chamando de Lucileide. Mesmo achando brega.
Como eu sinto saudade de chamar você de Melengue.
E tirar fotos com você. E ver que somos um lindo casal.

Tantas coisas....tantas saudades, tantas tristezas...um esperança, uma incerteza...
Mas algo é certo.
Se eu te perder, eu NUNCA vou me perdoar.

Respondendo:
Red: Obrigada amigo, to me cuidando sim, e to tentando não enlouquecer.

Nina: Ai seria lindo um final como o do filme, num jardim tão lindo...eu to tendo força graças a vocês viu, senão eu não sei o que seria de mim. Obrigada amiga! =*

domingo, 19 de setembro de 2010

Hoje fui arrumar a cozinha, e liguei a TV.
Estava passando "E se fosse verdade".
Mas tava na ultima cena, em que eles se encontram no jardim e termina num beijo.
Eu chorei.

Respondendo:
Fer: Tá dificil ter força amiga...eu tenho medo de ter esperanças...

Thá: Obrigada linda, é, mais uma semana pra eu esperar, e sem saber ao certo o que vai acontecer, eu to tão aflita..

Li: Obrigada cunhadinha, só que tá angustiante isso, eu queria poder mandar uma mensagem a ele e dizer o quanto eu quero que ele acredite em mim, mas não posso...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Eu não consigo mais.
Eu tenho vontade de chorar, mas o choro não sai. E me sufoca, e machuca.
Eu não consigo me concentrar no trabalho.
Eu não consigo ser gentil.
Nem sorrir.
Às vezes até consigo dar umas risadas. Mas são só risadas externas, enquanto a alma chora.
E dói cada vez mais.
E eu não durmo, ou só sonho coisas ruins. Sem você.
Essa noite foi a única que eu tive um sonho com você. Mas eu nem lembro, assim como a maioria dos outros.
E ai, eu to com uma esperança absurda. E com um sentimento de que você vai voltar pra mim.
Mas e se eu tiver errada? E se a minha intuição falhar? É dificil ela falhar, mas às vezes acontece, né?
Já rezei, todo santo dia, toda hora, a qualquer hora eu peço.
Eu ensaio uma festa. Mas e se não houver motivo pra festa? E se não houver festa?
Eu me vejo balbuciando palavras de "senti tanto a sua falta..que bom que voltou"
E se a situação não for pra isso?
Não sei mais o que fazer. A cada hora minha angústia aumenta.
Tremedeiras, calafrios, como se eu fosse te encontrar pela primeira vez.
Talvez sim, a primeira vez do recomeço. E eu quero tanto pensar nisso...
Por favor, amor, sinta a minha falta, e volta pra mim!

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Uma pausa da pieguisse para o meu retorno ao trabalho.

Ta foda.
Veio uma mulher colocar crédito.
- Tem alguma promoção que ganha bônus??
- Tem, tem a promoção que você coloca crédzzzzzZZZZZZZZZZ., mas tem um custo de R$ 11,90 e desconta do crédito.
- Ahn....
-?
- Mas se eu só carregar, tipo, eu não ganho nada?
- Não.
- Nem os bônus?
PORRA, se ganhasse, não precisava cadastrar, certo?

...

E minha avó.
Me ligou segunda feira, 7h da madrugada.
- grhnnnn...alô
- E aí, ja voltou?
- Hã?
- E ele, ja voltou?
- Não vó, ele ta lá no curso, eu não to falando com ele, EU TO DANDO TEMPO PRA ELE.
- Ah, mas ele também né...
- Vó, a culpa é minha, não dele. Eu esgotei ele.
- Ahh fia....mas não deixa de olhar pra outros moços não...
(PUTZ)
- Vó, eu não quero olhar pra ninguem, eu quero ele.
- Ahhhh mas não pode, você tem que...
- EU QUERO ELE VÓ, SÓ ELE E NÃO VOU OLHAR PRA NINGUEM.

...

Fora os sonhos que eu to tendo.
Tudo picado e sem sentido. E normalmente eu só lembro umas passagens.
Mas porra, por que eu tinha que lembrar justo de um que tive com ex amiga em que cuidava do filho dela e perdia ele numa balada? POR QUÊ?

Respondendo:
Thá: Ai amiga, eu nem sei mais o que fazer..não sei se tenho esperança ou se me preparo pra ser solteira de novo. Ta dificil, muito mesmo...Mas eu to tendo fé, é a única coisa que ainda não me fez enlouquecer.
E obrigada viu, eu sei que você não ia deixar de mandar alguma coisa aqui, vocês nunca me deixam só!  Beijo =*
1 ano e 8 meses hoje. Se eu tiver mais uma chance.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Meu coração tá em pedaços.
Não queria que as coisas chegassem a esse ponto.
Mas eu quero que saiba que eu sempre vou esperar você.
E eu sempre serei sua.
Se não for você, ninguem mais vai ocupar esse espaço no meu coração.
Como eu queria poder voltar atras e fazer diferente, fazer você se orgulhar de mim...
Queria ter tido a força e atitude que você tanto procura. Mas eu falhei.
E como ta doendo, você nem imagina.

Respondendo:
Nina: Amiga, eu vou lutar, e enquanto não houver uma resposta, eu vou ter esperanças.

Fabi: Eu bem queria prestar atenção nos sonhos, mas eles tem sido tão curtos e confusos que tá dificil até de lembrar pela manhã.

Fê: Eu vou deixar viu, e só o tempo vai tratar de recomeçar,  ou não.

E o que eu vou fazer quando ouvir essa e lembrar de você fazendo a sua dancinha?

Via You Tube também, mas como o vídeo era muito grande, não deu pra postar.

O que eu vou fazer quando ouvir essa música, que descreve o meu amor por você?


Via You Tube.
Pessoas amigas.
Quero avisar, que pra quem não gosta de sentimentalismo piegas, não leiam esse blog por um tempo.
Porque ele vai estar piegas ao extremo.
Acontece que como eu não posso deixar recados melosos no orkut, vou colocá-los aqui.
E só agora ja vai uma porrada.
CORRAM.

Respondendo:
Fê: E põe sentimentalismo nisso. Vocês vão enjoar, é serio.

Li: Eu sei que você sempre vai estar viu...E é muito bom ter certeza disso.

domingo, 12 de setembro de 2010

Minha dor

O que eu vou fazer com as nossas fotos?
O que eu vou fazer quando ouvir as músicas que a gente gostava?
O que eu vou fazer cada vez que olhar no meu dedo e não ver mais uma aliança?
E como te esquecer, se eu penso em você 24h?
E como ter esperança, se eu não sei se você vai voltar?
O que eu vou fazer quando eu sentir falta do seu beijo?
E quando sentir saudade?
E quando quiser fazer amor com você?
E quando eu sentir falta da sua familia, que eu aprendi a amar como se fosse a minha? 
Como dói, você não tem noção.
Eu perdi o chão. Eu perdi a alegria. Eu só não perdi a fé porque você me ensinou a ter.
Eu quero mudar, eu quero ser forte. Eu quero você de volta pra mim.
Eu quero fazer você me amar de novo, como foi no começo.
E se precisar começar do zero de novo, eu começo.
Eu amo você, Guilherme.

Respondendo (em lágrimas, choro, ou qualquer lamúria) :
Fabi: Eu tenho esperança e ao mesmo tempo não. Eu quero acreditar que ele vai voltar, mas, e se ele não voltar? Olha, tá doendo que só eu sei.

Fê: É, só não tá sendo lindo o que eu to sentindo.

Sú: Sempre que eu lia algo assim em algum blog de amigas, sentia a mesma pontada, mas dessa vez, a pontada é minha mesmo, de uma coisa que eu to perdendo por minha própria culpa. Obrigada pela força, to te seguindo também, e boa sorte na blogosfera!

Li: Deus sabe o quanto eu quero que seja passageiro também, to disposta a mudar tudo. Eu sei que posso contar com vocês também. Valeu!

Nina: Eu imagino, acredito mesmo que você sentiu o que eu senti...e eu sei sim, que tenho muitas amigas, que poxa, pena que não posso estar perto. Porque eu sei que vocês não iam me deixar desanimar. E como eu quero que isso passe, e que eu possa olhar pra tras, junto com ele, e dizer "superamos!"
Vou ter força sim viu. Beijo!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Recomendo - Dose Dupla

Bom, aproveitando que eu tirei a poeira da sessão hoje, e que eu ando vendo vários filmes esses dias de molho, aqui vão mais dois:

Um ótimo filme, e prende a atenção também.
 
 Independende da crença de cada um, vale a pena ver.

Respondendo:
Paulo: Eu nunca fui muito fã de filmes nacionais, mas ultimamente eles tem feito alguns que valem a pena!
Ah! O Sitemeter.
Olha, não é sempre que alguem chega no meu blog através de mecanismos de busca, mas quando chegam...
Olha o que escreveram:

      'festas em jabuka as danadas'
Safadjeeeeeeenho. O cara tava procurando alguma periguete.
Sorry man, não foi dessa vez.

Recomendo

Faz tempo que eu não postava aqui alguma coisa dessa sessão. Mas eu, como tenho mania de ser a ultima a ver a maioria dos filmes, vi esse hoje, e olha, ADOREI.

Fiquei impressionada com o filme, sério.

Respondendo:
Fer: Normalmente os filmes que eu não gosto muito, eu esqueço fácil, mas o que eu gsoto, como eu gostei desse, eu não esqueço de jeito nenhum!

Dissa: É comprido sim, mas eu fiquei presa no filme, não conseguia levantar do sofá hahahaha

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Bom, e aqui estou de novo.
To de molho sim, mas dou uma olhadinha por aqui.
E eu tenho que contar sobre meu dia de ontem.

(Aviso de antemão que o post é comprido, então não digam que eu não avisei.)

Acordei 5h da matina pra ir pro hospital, ja que tinha que internar 6h.
Saímos com o céu escuro ainda, e chegando lá, lembrei que tinha largado a carteirinha do plano em casa. Falei que ia voltar mas minha mãe não deixou. Ela veio buscar. E eu fiquei lá esperando. Um silêncio mortal. Aí chegou um cara pra internar também, fez os papéis, e nesse tempo minha mãe chegou. Aí foi a minha vez de fazer a ficha, e a moça pediu pra aguardar. Ouço ela cochichar alguma coisa com o porteiro sobre os quartos, e tal, e quando ela me chama pra assinar, me fala que como a maternidade tá em reforma, as mamães estão nos quartos da minha ala, e eu ia ter que esperar. Ótimo, não tinha quarto pra mim, e a cirurgia era às 9h, e se não arrumassem quarto, eu ia ter que ser preparada ali no corredor mesmo. Beleza.
Aí desocuparam um quarto, e me mandaram pra cima junto com uma senhora. O enfermeiro disse que se a gente quisesse, poderia deitar nas camas até alguem vir chamar. Eu sentei na poltrona do lado da cama pra ver TV, mas tava com tanto sono que domi ali mesmo. Acordei com a moça vindo medir a pressão e entregando aquelas camisolas sexy que você fica com a bunda de fora. Coloquei a minha, deitei na poltrona de novo e capotei. Dormi tanto que perdi a hora, e eles vieram com "O" comprimidinho azul (não era viagra) que você toma e apaga, e a moça disse pra eu sentar que ia sentir muito sono, e ela ja voltava com a maca. Fui no banheiro rapidinho né, porque do jeito que ela falou achei que eu ia dormir em pé mesmo. Sentei na poltrona e...nada. Não dormi mais. O enfermeiro trouxe a maca e quando me viu falou "Ainda não dormiu???" e eu "Não" e ele disse "Então sobe na maca."
Eu desci até o centro cirurgico conversando e falando que eu queria dormir, que não queria ver nada, só acordar à tarde e blá blá blá. Chegando la, me colocaram ali encostada na parede pra preparar a minha mesa, e eu olhando o quadro de cirurgias, e perguntando pro cara se não tinha alguma coisa mais forte. "Mas esse comprimido É forte. Mas a gente dá um jeito."
Aí veio o anestesista:
- Ué, cade o outro anestesista? (O que me consultou)
- Ele tá com outro paciente. Por que, não pode ser eu?
- (sem perceber eu ja tava grogue) Não, tá beleza.
Depois disso eu não lembro muita coisa. Só deles amarrando meu braço, eu tirando o braço de lá, o enfermeiro vendo e amarrando de novo, mais forte. E quando eu abri os olhos de novo, o médico olhou pra mim e falou "Pronto, acabou!" e eu, sem ver o foco da cara dele, falei "Já?". Pra mim pareciam 10 minutos, mas foi 1h e meia. Eu dormi de novo, e não vi que tinham me levado pra recuperação, e eu acordei viajando, num frio do inferno, e olhei pro lado, a sala cheia de gente, e pensei "Vão operar mais gente e não me tiraram daqui ainda??" Achei que ainda tava na sala de cirurgia. Mas eu só conseguia tremer e dizer que eu tava com frio. Depois disso me levaram pro quarto. E eu morrendo de frio ainda, coberta com edredon e batendo os dentes. E não sentindo as pernas. Me deixaram lá e levarama a mulher que tava lá. Apaguei. Acordei com meu pai me chamando que ja era hora da visita. Não lembro de muita coisa também, eu ainda tava dopada.
Murmurei alguma coisa com ele, e depois ele foi embora. E chegou a minha mãe. Como não tinha ninguem pra me visitar, ela ficou a tarde lá comigo, mas a maior parte do tempo eu dormi, e o restante eu tentava achar a minha bunda, porque as pernas eu ja sentia, mas a bunda não. Passou a tarde.

Mamãe foi embora e logo depois veio o médico. E eu perguntando como tinha sido. Eis que ele me fala:
- Olha, seu caso é pior do que a gente pensava.
- Não resolveu ainda, então??
- Não 100%.
Acontece que eu tenho um buraco no osso. E ele disse que normalmente quando isso acontece, o osso regenera com algum tipo de cartilagem, mas o meu ficou morto. E ficou um buraco. E ele NUNCA viu isso. E vai ter que estudar.meu.caso. O que conclui-se que futuramente vou operar outra vez. Isso é, se ele conseguir achar uma solução pro meu problema. Se o médico não sabe o que fazer, quem sabe, Ó Deus.
Mas vamos aguardar ansiosamente.
No mais, to me adaptando às muletas. Já caí uma vez, muleta prum lado e eu pro outro, ja desequilibrei, ja bati a muleta na perna operada. Vamos torce pra quando ele encontrar uma solução, eu ainda tenha pernas.

Respondendo:
Fê: Amiga, eu também viu, assim acaba logo com isso haha Valeu!
=*

Fabi: Nossa, se isso motivar ele tá ótimo!!! E eu to com bastante esperança!!
Obrigada!! =*

Fer: Brigada Fer, e olha, andar de muletas ninguem merece não viu...haha
=*

Li:  Ah, comportada eu fico, mas também saracoteio hahaha
=*

Nina: Obrigada pela torcida amigaa! Ai, não consigo parar quieta!!! hahaha
=*

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Bom, pessoas do meu Brasil (tá, como se o Brasil inteiro me lesse).
Amanhã a esse horario provavelmente estarei com a perna aberta (uui!). Literalmente com um rasgo. Ou furos. Ou sei lá, nem o médico explicou direito o que ele vai fazer aqui.
Só sei que estarei lá dopada, não sentindo as pernas e com alguem fuçando no meu joelho.
A parte boa? 30 dias em casa. Ai que delícia. Tá, vou ter que ficar deitada e com a perna pra cima e não vou poder buscar Melengue na rodoviária sexta. Mas ele vai ficar aqui comigo me fazendo um cafuné...ai que gostoso. Porém, né, total abstinência por sei lá uns....15 dias?? Vou morrer, cara. E Melengue também. Sexo é vida.
Claro que a noticia me pegou meio assim de surpresa né, porque semana passada quando eu fui pro anestesista, a moça do escritório me disse pra ligar amanha para o médico pra marcar a cirurgia. Então, como ele só opera de quarta, eu pensei que seria para quarta que vem. Mãans ontem me ligaram do consultório marcando para amanhã. Olha experimentei sensações de tremedeira, moleza nas pernas, taquicardia, suor frio, tudo de uma vez.
O melhor foi a cara do meu patrão quando eu falei. Em um dia que todo mundo tava evitando olhar pra cara dele por que ele tava com cara de cu, eu chego com essa. Acho que se ele pudesse, me dava um sopapo.


Bom, crianças, é isso. Na próxima eu conto como foi a cirurgia.

Respondendo:
Fabi: Verdade heim.....hahaha Vamos pesquisar toda uma infinidade!!!
Beijo!

Thá: Hummmm de ladinho é bom heim!! haha
Bom, eu vou ter que aprender andar de salto agulha, porque desastrada do jeito que eu sou, nunca tentei!! hahaha
Beijo!

Red: Obrigada! Mas olha, lê o proximo post.

Nina: Claro que chegou!! To de molho, mas dou uma lidinha aque vai dar até outro post.
E olha, to estudando posições hahahahaha descobri que não aguento abstinência. Já basta a semana toda, imagina o fim de semana também!! hahaha

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Oi gente bonita do meu coração!
Olha, to aqui pra dizer que to bem, mas ta dificil fazer um post pra jogar aqui, as idéias somem, ou não dá tempo.
Então não me esqueçam por favor haha
E por enquanto é só.

Respondendo:
Manô: Então, menina, to tão sem idéia que olha....haha ta criando teia de aranha! (credo!!!)

Red: Obrigada por não me esquecer Red!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Melengue se foi.
Foi fazer o bendito do curso.
Eu fui forte. Dormi com ele desde quarta feira, e falei pra dar um desconto porque a gente ia ficar 5 dias sem se ver. Mas só dormimos mesmo. Tá, não todas as noites.
Saímos sábado. Eu queria ir à pizzaria porque fazia tempo que a gente não ia prum rodízio, e eu amo, então falei que ele tava me devendo antes de ir. Mas tava tendo uma quermesse aqui (coisas do sítio), a tia dele chamou a gente, e como era a ultima semana ele queria ir, mas ao mesmo tempo queria me levar na pizzaria, então eu falei que a pizzaria tá la todo sábado, e a quermesse não. Ele ficou todo feliz. E a gente já combinou de ir sábado que vem hihi.
Tava muito gostoso lá. O bom de cidades pequenas é que dá pra ir em todas as quermesses que tem, e é uma delicia! Comi bastante viu.
Ontem, pra não deixar ninguem triste a gente ele almoçou aqui e na casa dele - o que não é nenhum sacrificio pra ele...é, nem pra mim..ah, deixa pra lá - e depois ele foi terminar de arrumar as malas. Minha mãe chorou. Ele disse que ia deixar o carro comigo e se eu quisesse usar, poderia. Então fui leva-lo na rodoviaria. A mãe dele foi comigo. Esperamos o ônibus partir e eu a levei de volta pra casa, depois vim pra minha.
E em casa, ÓBVIO, eu desabei. Chorei, fiz brigadeiro, comi chorando. Fumei 2 CIGARROS.
E ele, que lindo, ia me mandando uma mensagem a cada cidade que passava. E foi assim até chegar lá e me ligar, dizendo que tinha chegado bem.
E hoje cedo me mandou uma mensagem dizendo que tá no céu, porque tinha um monte de comida no café da manhã. Me mata de vergonha, quem vê pensa que ele passa fome. Mas enfim.

Fui no médico. O médico ia ver o resultado da ressonância. Ele pegou uma chapa, colocou no quadrinho lá, franziu a testa. Colocou a outra, franziu mais um pouquinho.
- Ué, tem um sisto aqui.
- (UÉ, CARALHO, UÉ??? COMO ASSIM UÉ??) E existe sisto no joelho doutor?
- Não deveria..
- (PORRA, ASSIM EU TÔ MAIS TRANQUILA VIU!) ...
- Aconteceu alguma coisa quando você era mais nova que fez com que você perdesse a cartilagem da rótula, que depois se tornou um sisto.
- *boiando* Ahh...mas tipo, eu caía muito quando era criança, mas sempre foi com os dois joelhos, e só UM dá problema.
- Desde quando começou isso? (ele me perguntou isso em TODAS as consultas)
- Desde os 20 anos.
- É...vai ter que fazer uma pequena cirurgia.
- AMÉM!
Mentira, não falei isso.
Mas amanha cedinho to indo lá tirar um sanguinho, levar meu papelzinho pra autorizar, e ver o que vira essa bagaça.

E hoje à tarde Melengue me mandou uma mensagem antes de eu sair do serviço, pedindo pra ligar pra ele quando chegasse. Eu liguei, contei pra ele tudo sobre o médico, e ele me dizendo que tá maravilhado com tudo, PRINCIPALMENTE COM A COMIDA. hahahahahaha fomos feitos um para o outro!
E falou que ia sair pra comer alguma coisa, mas que depois me ligava de novo pra dar boa noite.
Acho que a saudadinha tá batendo nele hohoho
E em mim mais ainda, claro.
E é ruim escutar toda hora o barulho de um carro e pensar que é ele e em seguida lembrar que ele tá a uns 300 km daqui. É triste viu.

Respondendo:
Fer: E vai heim, porque a gente se fala todo dia por telefone, e ontem ele disse que tá com muuitas saudades hihi
E brigada pelo joelho! =*

Thá: Não é ruim?? Dá um apertinho de estar longe...mas é bom ao mesmo tempo...é, ja me conformei haha
=*

Red: Hahahahahaha ai que vergonha.....mas olha, É VERDADE VIU. Brigada pelo joelho também!!
=*

Fabi: Então, o coração tá melhor,  e como eu demorei pra responder o comentário, a parte do joelho ta respondida aí em cima, num post haha
=*

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

E vamos à movimentação dos meus ultimos dias.
Sexta passada estva tudo pronto pra Melengue me levar pra Rib's, eu ia fazer a ressonância e tudo certo.
Eis que ele chega à tarde dizendo que teria que dar baixa na carteira no emprego pra poder entrar no outro, que eles tinham chamado.
Fui ao chão.
Porque você sabe que vai acontecer, mas imagina mais pra frente. Não imagina que de repente ele tem que ir, se apresentar, ser contratado pra segunda feira partir pra Deus sabe onde pra fazer um curso que ninguem sabe dizer se é por 1 semana, duas, 1 mês, dois.
E dá um aperto no peito, porque eu sou tão apegada a ele (não deveria, eu sei) que se pudesse ia junto pra onde ele fosse. E dói, porque todos os dias eu espero ele chegar, e quando ele não vem eu fico de mimimi sozinha, mas claro, eu entendo que ele tem que ter o espaço dele, então logo passa.
Mas agora não. Eu vou vê-lo 1 vez por semana e olhe lá. Porque é longe e talvez ele não consiga vir todos os finais de semana. Isso em curso. Quando ele começar a trabalhar mesmo, pode ser que tenha plantões, o que pode fazer com que eles arranquem ele da cama pra ver um poste que caiu.
E eu vinha segurando esses dias, mas juntando a minha TPM, eu não tava com aquele bom humor, que no normal eu já nem tenho.
Mas ontem eu não aguentei. Chorei, muito. Ele falou que não precisava tanto. Na verdade, eu sei que não precisa, mas eu choro mesmo assim. Porque eu sinto. E sei que vou sentir muita falta.

Respondendo:
Fer: Eu tento encontrar lados bons pra dar uma acalmada, tipo, vou emagrecer, vou fazer academia, e tal, mas ta dificil viu. E esse é um lado super bom mesmo, eu penso nisso também, sobre a saudade, e eu sei que ele vai sentir também porque a gente faz quase tudo juntos, então eu fico um pouco mais tanquila também. E olha, preciso MESMO treinar o desapego viu. Beijo!

Thá: Tô procurando de tudo pra distrair viu hahaha E eu espero que tudo se ajeite logo viu, e que eu me acotume logo com a ideia também.. Beijo!

Li: Ah, sim, eu to apoiando bastante (mesmo que não pareça haha) e às vezes tento ser forte pelo menos pra ele, mesmo que eu tenha vontade de chorar, porque eu sei que sendo forte, ele também vai ser. Beijo!

Red: Olha, se procurar no dicionario o termo Ansiedade, tá minha foto lá. E eu sofro MUITO por antecipação. Como ele disse, parece que eu to morrendo. Beijo!
Ahhh! Esqueci! Chocolate e sorvete são o que há de não humano, mas é bom demaaaaais!!

Nina: Com certeza, é mais uma fase a ser superada, e eu vou aguentar firme, porque ele mesmo diz que ta fazendo tudo isso por nós dois, e eu acho fofo, então quero que ele sempre saiba que eu vou estar aqui esperando ele me buscar! Beijo!

E essa é pra todos. Eu não sei o que seria de mim sem vocês viu, olha, a força, as palavras, tudo isso me faz bem e significa muitissimo!!! Amooooooo vocês!!!!   :´)

E ó, abração pra TODO MUNDO! Amei os abraços de vocês!!

__________________________________O_____________________________________

domingo, 25 de julho de 2010

Mais essa.
Melengue foi chamado pra trabalhar na CPFL. Ele SEMPRE sonhou com isso, tipo, objetivo de vida.
É uma coisa de familia, trabalhar com eletricidade, o avô e o pai tinham uma loja que consertava aparelhos eletrônicos, e ele cresceu nesse meio, então aprendeu a gostar.
E já enviou tipo, uns 8 curriculos pra lá, todo mundo dizendo que iam chamar, e ele acada vez mais ansioso, até que chamaram.
Ele me contou, e o que eu fiz?
( ) Mimimi
( ) Chorei
( ) Manha
( ) Falei que ele ia ficar longe de mim e eu ia morrer de saudade

Isso porque bastava simplesmente eu dizer "Puxa amor, que bom! Isso é ótimo porque você pensa no nosso futuro!" Mas não. Eu sou uma insensível egoísta que se encolheu.e.chorou.
Claro que ele ficou meio chateado, porque já disse muitas vezes que é por nós dois que ele queria isso, mesmo tendo que ficar uns 6 meses fazendo curso fora, pra depois efetivar e trabalhar E MORAR em outra cidade.
Sabe, eu nunca namorei alguem de outra cidade porque sempre achei que a distância dificulta as coisas, principalmente em relação a confiança. E sempre disse que nunca iria namorar. Mas agora é diferente, porque ele tá indo, e eu sei que é pra não voltar, a menos que tenha uma transferência daqui a uns....10 anos. E ele disse que quer se estabilizar, pra no fim me buscar e finalmente termos um felizes para sempre. Porque é assim que eu idealizo com ele.
Por fim, ainda tem um tempo até ele ir, ele precisa fazer um monte de exames, mas o clima pra mim já é de despedida. Sabe aquele apertinho de ver a pessoa que você ama indo embora? E em seguida aquele medinho de que por lá ela se encante com outra e volte apenas pra te chutar? Cara, como isso me incomoda. Porue eu tenho uma insegurança do tamanho do mundo, e às vezes acho que ele só tá comigo por falta de coisa melhor. E sério, não é pra que as pessoas digam "não" e passem a mão. E é foda que isso sempre me acompanhou desde a escola, quando eu era um jacu desarrumado que se apaixonava facil e os caras fugiam feito o capeta da cruz. Isso meio que gerou um trauma. E mesmo sabendo que ele gosta de mim de verdade, acho que se aparecer um piranha gostosa, ele pega.
Então, estou aberta a sugestões, amigos leitores. To pensando em fazer uns cursos, academia, Ioga com a cunhada, alguma coisa pra ocupar a minha cabeça. Alguem tem mais alguma sugestão?

Respondendo:
Li: Ai, eu vo sim viu, vo procurar curso, um monte, senão eu fico looooouca!!!

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Acabou de vir uma moça aqui pra pegar o celular dela.
Ela deixou pra orçamento e resolveu não arrumar por achar que não compensa.
Eu chamei o técnico e pedi pra que ele trouxesse o aparelho.
De repente escuto um estrondo e algo rolando a escada.
Era o aparelho da cliente.

...

Todo mundo que vem aqui e pergunta sobre aparelhos, perguntam sobre o chip.
- Então, eu posso passar o meu número?
- Pode, e passam os créditos também.
- Porque o meu antigo não é de chip, é de bateria.
Olha, eu já perdi a conta de quantas vezes eu ouvi isso. Não é porque o aparelho não era de chip que a linha tem que estar na bateria. Afinal, o aparelho de chip TAMBÉM tem bateria, certo?
É como se o povo só se desse conta de que tinha bateria quando não tinha chip. Com a chegada do chip, a bateria desapareceu. NÃO, GENTE. A bateria continua no mesmo lugar.
...

Veio um cara ontem trazer o aparelho pra consertar.
- Então, eu faço ligação, mas não OUVO a pessoa. (já quase morri aí)
- Certo, precisa deixar aqui.
- Tabom.
Eu abro a ordem de serviço, e ele diz:
- Ele tá com o visor ruim também.
- Tabom, ele olha tudo.
- Mas caiu na água também.
- (JOGA FORA ESSA MERDA) Vixe, então vai ser dificil, talvez não compense.
Ele deixou mesmo assim. O técnico deu o orçamento de acordo com as peças e com o problema, e quando o moço voltou pra ver, resolveu arrumar. Quando o técnico abriu, o aparelho tava cheirando a merda, literalmente. É acho que agua que ele caiu foi de uma privada, que por sinal não tava muito limpa...

Respondendo:
Li: O pior é que TODOS os dias são assim viu, é que eu esqueço de postar haha

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Meu fim de semana.
Bom, semana passada Jabuka City estava em festa, era aniversário da cidade e talz, e todo ano tem a famosa Feira do Quitute. Muito boa a festa, por sinal, você não sabe onde come, de tanta variedade que tem. Tem show de graça e tudo.
Fomos quita e sexta. Na quinta fui só com Melengue, e a gente comeu quibe cru, tomou 750ml de batida de vinho com abacaxi e um cachorro quente pra cada um.
Na sexta fomos a familia toda, e comemos churrasco numa barraca, eu comi uma batata recheada, e depois a gente foi na barraca japonesa e comemos sukiaki e yakissoba. Regime ZERO.

Sabado teve um churrasco de aniversário do meu primo, então fomos pro sitio deles. Bebi Ypioca de limão, Jurupinga e muito chopp com groselha. Pior que nem tonta eu fiquei, mas fiquei com medo da ressaca.

Domingo. Acordo e Ó milagre, nem um lapso de ressaca. Aí tinha outro aniversario, dessa vez do primo do Melengue, então, bora beber de novo né. Cerveja a tarde inteira.
Eu ia andar de trenzinho, mas esperamos 1 hora pra ele chegar e não ter espaço pra gente, teriamos que esperar mais 1 hora e meia. Fui embora. So criança, mas não so besta.
E foi isso.

Respondendo:
Li: Nossa, nem me fala, a  gente comeu pra 2 anos pra frente!! hahahhaa

Fê: A melhor viu, depois vem dormir, namorar...

Nina: Aiii eu precisava viu, mas só se eu fugir daqui hahahaha

Thá: Nossa, colesterol é fogo heim....uma vez acharam que eu tinha colesterol e diabetes, já pensou? eu morria, mas não parava de comer haha

Paulo: Mas gente, como você veio parar aqui?? Porque aqui é o fim de mundo né hehe E chopp com groselha é bom demais!! Você joga o xarope de groselha no chopp...mas dá uma fogueira danada!

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Olha, não sei vocês, mas eu tenho dois tipos de tpm.
Eu tenho a tpm estressada e a tpm depressiva.
Quando eu to com a estressada, tudo me irrita, eu brigo com Deus e o mundo.
Mas ontem eu tava com a depressiva. Eu fico tão pra baixo que me sinto gorda, flácida, feia (não que eu não seja tudo isso, mas sinto o dobro) e acho que Melengue vai me chutar. Acho que ele tá estranho, me evitando, ou que não gosta de mim. Puro mimimi, eu sei, mas é dolorido demais.
Aí, basta aparecer a margarida, que tudo fica blue, tudo normal, eu volto a sorrir e paro de brigar/chorar.

Dá pra entender??

Respondendo:
Fabi: É horrivel, porque eu chego num ponto que nem eu me aguento.

Thá: Eu tenho os dois, e é ruim demais, eu só tenho vontade de dormir.

Nina: O meu sempre foi o mesmo, então eu não sei dizer se é ele mesmo que me deixa assim, então eu tenho medo de mudar e ficar pior hahaha mas olha, é dificil.